/ 21.fev.2017

Como compensar a jacada no carnaval

Se você tiver que tomar decisões no Carnaval sobre como se alimentar bem, enumerei algumas dicas ESSENCIAIS sobre como comer e beber do melhor, se sentindo mais leve e disposto ao final do carnaval.

Vamos lá:

1. Se o churrasco é inevitável: coma pouco e mastigue muito, saboreando com calma.

Se der, leve no bolso uns talos de aipo, uns ramos de salsa ou hortelã, um dente de alho ou um pedaço de gengibre – como? você acha que não fica bem? Ah, vão comentar no churrasco? rs, então ok! Bah, tchê, então o jeito é apelar depois pra uma boa sopa de caldo de alho, cebola, aipo e alho poró. Não?

Então prático: um suco BEM verde de no máximo um limão e uma maçã e resto folhosos.

Sabia que 1 parte de carne se equilibra com 7 de folhas e vegetais frescos?

Resultado de imagem para churrasco com amigos

2.  Se o programa for só queijinho na praia: comer alho e gengibre crus também ajudam a dissolver as pegajosas proteínas do queijo. Comer bastante alho ajuda… mas ele dá bafo, né?

Então experimenta colocar na garrafinha de água gengibre picado ou chá com gengibre quando chegar em casa.

Resultado de imagem para queijo coalho praia

3.  Se o programa for beber até o amanhecer: o álcool desidratada e pra cada copo de bebida alcoólica é bom beber no mínimo cinco copos de água, alternando um e outro. O álcool encharca as células que filtram o fígado e elas não conseguem reter as toxinas.

Karen, tem álcool melhor pra beber?

Não tem saída, tudo age igual, mas experimenta mais o saque, vodka ou vinho branco – são refrescantes no verão e contêm menos cereais que incham a barriguinha.

 

4.  Se a comilança foi demais: se comeu demais no almoço, não jante. Se comeu demais no jantar, tente passar a manhã seguinte na base de chá (carqueja, dente de leão, hibiscus ou chá verde). Aqui na VOGUE dei dicas de chás pra secar a barriga

Se passou o fim de semana todo numa orgia romana, tente só salada de folhas no jantar com arroz integral ou sopa de vegetais.

Resultado de imagem para comi demais meme

5. Pra sustentar o fogo e a paixão o dia inteiro na folia: Sair de barriga vazia, definitivamente, não é uma boa opção. Isso vai potencializar o efeito do álcool no seu corpo e aumentar sua predisposição a comer muitas porcarias na rua.

É importante, antes de sair de casa fazer uma refeição bem reforçada, com baixo índice glicêmico e cheia de nutrientes que vão ajudar seu corpo a processar as toxinas que você vai ingerir.

Uma salada de folhas com uma boa omelete: faça com dois ovos (inteiros), inclua muitos legumes e temperinhos detox: alho poró, salsão, alho, cebola, salsa, cebolinha, orégano, cúrcuma… ou o que mais tiver na geladeira!

Ouuuu…

Resultado de imagem para prato saudavelPede lá pra Joana preparar aquele pratão de PF saudável com arroz integral, feijão, legumes de várias cores (cozidos ou crus, como preferir) e uma proteína magra (frango, peixe ou patinho)

 

 

 

 

6. Triplique a quantidade de água durante o bloquinho: o mais importante é não se esquecer de se hidratar! Além da desidratação que o álcool provoca, tem ainda o calor, que não dá trégua essa época do ano!

Tenha com você sempre uma garrafinha de água e abuse da água de coco!

Resultado de imagem para água carnaval

 

7. Não sabe o que comer na rua? Se não tiver pra onde correr e apareceu um churrasquinho só me prometa fugir de lombo de porco, linguiça, coração, que são carnes mais gordurosas e vão dar mais trabalho pro seu fígado e pâncreas.

E procure carnes melhorzinhas e mais magras, como contra-filé, patinho, maminha, frango.

O milho verde é excelente. Só evite adicionar aquela margarina (cheinha de gordura hidrogenada) e pega leve (levíssimo!) no sal.

Cachorro quente: Não! Pão branco, com alto índice glicêmico, associado à salsicha, alimento de outra galáxia, alta concentração de sódio e cheia de aditivos químicos. Ainda por cima, geralmente aqueles adicionais – tomate, milho verde, maionese – ficam horas no sol sem a devida refrigeração, o que aumenta a probabilidade de uma intoxicação alimentar

Churros: Evite ao máximo! Massa de farinha branca e açúcar, com recheio de gordura hidrogenada com corante e açúcar – talvez um pouco de leite nos dois. Pra completar, tudo frito em um óleo que sabe-se lá a última vez que foi trocado. Deve ser evitado de todas as formas, pois possui baixíssimo conteúdo nutricional e ainda vai sobrecarregar seu fígado e pâncreas…. que se juntar com a sua bebidinha, tadinhos, serão eles que precisarão de férias de você.

Leve na bolsa um SOS: um Mix de castanhas, biscoitinhos integrais ou barrinhas de cereal.

Resultado de imagem para comendo castanhas

E que você tenha o melhor carnaval da sua vida!

COMENTE NO BLOG
LEIA MAIS